Superlearning e Fosfenismo
SUPERLEARNING E FOSFENISMO

A Conjugação Fosfénica em Pedagogia: A mistura de um pensamento com o fosféno transforma a energia luminosa em energia mental. Os fosfénos provocam então o desenvolvimento da memória, da inteligência, da atenção, da criatividade e da intuição.

SUPERLEARNING, Aprendizagem rápida

As investigações em psicologia, as descobertas sobre o funcionamento do cérebro alteraram profundamente a maneira de encarar a aprendizagem. Georgi Lozanov, psiquiatra e educador búlgaro, é o pai a sugestologia, ciência da sugestão. Saindo muito rapidamente do quadro da sua prática medical, interessa-se aos domínios do desporto e da pedagogia. Mas é principalmente na aprendizagem das línguas estrangeiras que se faz conhecer. Utilizando a relaxação, a sugestão, a música, cria um ambiente ótimo para o estudante e pode orgulhar-se dos resultados extremamente positivos: tempo de aprendizagem dividido por dois ou por três, melhor retenção a longo prazo, tudo aquilo numa atmosfera de total relaxação.

No fim dos anos 70, de dois Americanos, Sheila Ostander e Lynn Schroeder, fazem descobrir a sugestopédia no ultra-mar através do best-seller Superlearning, que abre horizontes fascinantes. A ideia que podemos aprender bem mais rapidamente e em condições bem melhores que o que é admitido geralmente, fez o seu caminho. Seguidamente, as investigações multiplicam-se e todo um conjunto de teorias desenvolveu-se (ver o excelente artigo de Bruno Hourst, Superlearning, Accelerative learning e «Aprender Rapidamente»).

Os postulados básicos são os seguintes:
A sugestão permite não somente estimular a inteligência e a criatividade, mas permite igualmente neutralizar os bloqueios.
Toda a aprendizagem é o produto de processos conscientes e inconscientes.
Aprender deve permanecer um prazer, o que implica relaxação e diversidade das aproximações.

Seguidamente, as diferentes escolas colocaram a tónica sobre a complementaridade do cérebro esquerdo e o cérebro direito, sobre a dimensão holística da aprendizagem, sobre a qualidade do ambiente. A PNL (Programação Neuro Linguística) trouxe a sua contribuição mostrando que cada indivíduo funciona de maneira diferente e que a aprendizagem deve ter em conta esta diversidade.

Ora, em 1963, no momento em que Lozanov descobria a sugestologia, um médico francês, Francis Lefebure, publicava o livro A Conjugação FOSFÉNICA em Pedagogia, uma obra que mostra a incidência da luz sobre os processos mentais. Fixando resumidamente uma fonte luminosa, obtemos um fosféno, ou seja uma sensação luminosa que persiste vários minutos. Em si, esta operação já é muito relaxante. E a aprendizagem realizada na presença deste fosféno é muito mais eficaz. Com efeito, o fosféno canaliza a atenção sobre o sujeito estudado favorecendo ao mesmo tempo as associações mentais.

EXERCÍCIO PRÁTICO:

Deve escrever um texto. Durante a fixação da lâmpada FOSFÉNICA, concentre-se numa imagem que resume o seu sujeito. Assim que apagar a lâmpada, as ideias começam a afluir. Escolha a melhor e concentre-se nela durante a segunda fixação. Na presença do fosféno, outras ideias vão apresentar-se, mais numerosas que as primeiras e mais ricas. Selecione o tema dominante durante a fixação seguinte; novas ideias vão surgir. Não há limite a este exercício. A sua reflexão não cessará de se enriquecer.

A técnica Superlearning associada à da Conjugação FOSFÉNICA amplifica consideravelmente, e mais, a Conjugação FOSFÉNICA mantém um clima positivo, estimula a criatividade, elimina os bloqueios; liga consciente e inconsciente; transforma-se em prazer pela relaxação e pela estimulação mental que procura. A sua prática tem efeitos no sono, no humor e na sociabilidade.

© Fosfenismo - Extrato de «Universo Energia Fosfénica».

FOSFENISMO - Escola do Dr. LEFEBURE
Pratique também o Fosfenismo.

Faça o download GRATUITAMENTE

«UNIVERSO ENERGIA FOSFÊNICA»

e aprenda a transformar
a energia luminosa em energia mental.