Insónia e Fosfenismo
INSOMNIE ET PHOSPHÉNISME

Certos tipos de insónia, do tipo psicológico em especial, podem ser tratadas eficazmente pela prática do Fosfenismo.

INSÓNIA

A insónia é uma perturbação do sono caracterizado pela impossibilidade de dormir ou continuar a dormir à noite durante um período razoável. A insónia provoca geralmente uma sonolência durante o dia. Certos indivíduos descrevem os sintomas da insónia como segue: «Têm a impressão de não terem realmente dormido, de não estarem realmente acordados».

Certos tipos de insónia, as do tipo psicológico em especial, podem ser tratadas eficazmente pela prática do Fosfenismo. As insónias produzidas por causas físicas, (apneia do sono, poliuria noturna) pertencem a outros meios.

As principais causas da insónia podendo ser tratadas pela prática do Fosfenismo são:

• O stress
• A ansiedade
• O medo
• Os choques psicológicos
• Os desfasamentos de horários. Para quem altera regularmente de fusos horários, o ciclo circadiano não está de acordo com os ritmos biológicos. O desfasamento dos períodos de sono pode provocar insónias.
• O trabalho por rolamento
• A parasonia ligada a uma resposta física aos sonhos
• Os efeitos secundários de certos medicamentos
• O consumo de produtos estimulantes
• Certas alergias alimentares
• A dependência sonífera
• A falta de exercício
• A desidratação. A desidratação concentra as toxinas e os estimulantes no organismo, podendo gerar casos de insónia. A absorção de dois copos de água pode contribuir para o adormecimento num prazo de uma hora ou duas.
• A perda do sono devido à idade. A capacidade de dormir durante longos períodos perde-se com a idade, embora o tempo necessário de sono continue a ser inalterado

Os efeitos da prática do Fosfenismo sobre o sono.

O principal efeito benéfico do Fosfenismo sobre o sono provem de uma regulação do influxo nervoso.

Com efeito, os FOSFÉNOS são potentes reguladores dos influxos nervosos. Sabe-se desde os anos 1950 que a luz tem uma grande influência sobre as funções hormonais, pelo intermediário da hipófise. Recentemente, investigadores utilizaram a ação estruturante da luz sobre o sistema nervoso em depressivos crónicos. Com efeito, estes investigadores aperceberam-se que, em certas formas de depressão, as recaídas mais graves ocorriam no período do Outono, época onde a luminosidade é decrescente. Em certos hospitais, depressivos crónicos são colocados sob fortes lâmpadas que podem produzir pelo menos 10.000 lux.

A luz - e os FOSFÉNOS específicos têm uma influência essencial sobre a produção de melatonina. O que explica o rejuvenescimento cerebral que constatam todas as pessoas que praticam o Fosfenismo.

Esta produção de melatonina é 100% natural, porque é procedente de uma das nossas funções cerebrais, a sua produção é ativada simplesmente pelos FOSFÉNOS. Aí está que pode constituir um sério paliativo aos substitutos químicos.

A D.A.S. (Depressão Afetiva Sazonal), muito presente nos países nórdicos devido ao comprimento extremo das noites, conduziu médicos e investigadores a encontrar uma alternativa aos medicamentos para combater este problema. A luz é utilizada igualmente como sincronizador que permite regular os ritmos do sono completamente deslocados. Hoje, o mundo médico é unânime para assinalar todos os benefícios que pode trazer a exposição a lâmpadas que reconstituem a luz do dia.

Mas, porque é que razão se deve parar à simples utilização da ação da luz sobre a produção hormonal? A eficácia da luminoterapia pode ser reforçada pela prática da Conjugação FOSFÉNICA. Nada impede, durante a sessão, que fixe periodicamente uma fonte luminosa e desenvolver assim a sua atenção, a sua concentração, a sua memória, o seu espírito de iniciativa e a sua criatividade beneficiando ao mesmo tempo do efeito fototerapeuta da lâmpada.

Os exercícios FOSFÉNICOS aplicados para facilitar o adormer e a recuperação.

As repercussões sobre o sono do uso dos FOSFÉNOS são fáceis a observar. Associar um pensamento ao FOSFÉNO ajuda a adormecer. O adormecimento nunca se produz durante a fixação da lâmpada, mas sempre durante a presença do FOSFÉNO. O perigo de acordar de manhã com a lâmpada acesa é por conseguinte evitado.

Esta prática ajuda a encontrar o sono e assim curou muitas insónias. Após alguns dias de treino, os sonhos tornam-se mais coloridos, mais luminosos, as imagens dos sonhos são frequentemente maiores. Por exemplo, se o indivíduo sonha com uma montanha, será a mais elevada que tenha visto. De manhã, acorda mais lúcido, mais dinâmico e todo o dia, está cheio de alegria interna.

EXERCÍCIO: Ponha-se a uma distância de 1,50 a 2 m da lâmpada e fixe-a 30 segundos. Se utiliza a Phosphenic Pocket Lamp, tenha-a em frente de si com os braços esticados. Observe o FOSFÉNO cerca de 3 minutos até à fase azul. Acenda outra vez a lâmpada e recomece a mesma operação várias vezes de seguida.

PARA OS INSÓNICOS: O exercício é o mesmo que o precedente, só que não espera o fim do FOSFÉNO. Assim que este mudar para o azul, volte a acender a lâmpada. O prazo de 3 minutos é encurtado a cerca de 2 minutos e não exceda 2,5 minutos.

O ALTERNOFONE: a máquina de ativação cerebral inventada pelo Dr. LEFEBURE e baseada no princípio da audição alternada, pode ser utilizada para criar um estado de descontração, mas também para facilitar o adormecimento. O zumbido, com o ritmo de três segundos em cada lado, permite atingir um estado de híper-descontração, enquanto o ritmo de quatro segundos por lado provoca o adormecimento. É um aparelho que se distingue para aliviar as insónias.

Estas diferentes técnicas são muito eficazes para os casos de insónia citados mais acima.

No caso das insónias provocadas pela desidratação, pela falta de exercício ou utilização excessiva de estimulantes, a Conjugação FOSFÉNICA tem como efeito secundário incentivar o espírito de iniciativa. Incita a ser autónomo e a resolver os seus problemas de maneira voluntária, que seja a prática regular de exercício físico, beber água no momento oportuno ou o controlo do seu consumo de produtos estimulantes.

A insónia não é uma fatalidade, e os soníferos não constituem certamente a única solução para este problema. A utilização da luz pode-se provar muito eficaz graças à sua profunda ação reguladora dos ritmos biológicos.

© Fosfenismo - Extrato de «Universo Energia Fosfénica».

FOSFENISMO - Escola do Dr. LEFEBURE
Pratique também o Fosfenismo.

Faça o download GRATUITAMENTE

«UNIVERSO ENERGIA FOSFÊNICA»

e aprenda a transformar
a energia luminosa em energia mental.