Channeling
CHANNELING E FOSFENISMO

O channeling faz parte dos rituais de muitas religiões como o xamanismo.

O CHANNELING

O channeling é geralmente compreendido como a comunicação de informações através de uma pessoa (médium ou canal), por um espírito ou outra entidade supernatural externa ao médium. O channeling faz parte dos rituais de numerosas religiões como o xamanismo, o vudu, o candomblé, etc. o channeling entrou na cultura da New Age e existem atualmente múltiplas obras sobre a questão. O psicólogo C.G. Jung emitiu teorias a propósito do channeling. Estas teorias focalizam-se sobre o conceito da inconsciência coletiva, uma memória ancestral conservada por todo o período da história da humanidade sob forma de símbolos que podem aparecer nos sonhos, as experiências de desdobramento astral, as experiências de channeling, etc. A interpretação destes símbolos cobre uma parte cultural e pessoal.

O que nos Interessa aqui é o aspeto pessoal do channeling e estudámos face às descobertas em fisiologia cerebral do Doutor Francis LEFEBURE, médico e investigador francês.

As investigações do Dr. LEFEBURE são baseadas na utilização sistemática dos fosfénos que são todas as sensações luminosas subjetivas, quer dizer as que não são provocadas diretamente pela luz e que estimulam a retina. Os fosfénos podem ser produzidos por curtas fixações de fontes luminosas.

O estudo sistemático dos fosfénos e dos seus ritmos permitiu ao Dr. LEFEBURE desenvolver um yoga cientificamente melhorado: o FOSFENISMO. Entre as técnicas e o exercício que propõe o balanço em «ferradura» é mais adequado para produzir experiências de channeling ou o encontro com os «guias espirituais».

O equipamento necessário para a prática desta técnica é:

Exercício:

A técnica mais eficaz para chegar às comunicações, o balanço em «ferradura», deve ser praticado como segue:

Regule o Mantratron sobre o ritmo de um estalido cada 3 segundos, metrónomo a 20 BPM ou faça o download (gratuitamente) de um pequeno ficheiro seu realizado por um Fosfenista, no «ESPAÇO PESSOAL».
Faça um fosféno com a lâmpada FOSFÉNICA.
A posição de partida da cabeça recorda Jesus Cristo sobre a cruz, a face posta sobre a clavícula.
Levante a cabeça, até à sua posição direita normal. Desça a cabeça para o outro ombro de maneira ter a outra face sobre a outra clavícula.
O movimento completo (de uma clavícula à outra) leva três segundos. Durante os movimentos de cabeça, guarde na mente a ideia que procura contactar um guia, ou visualize a imagem de um guia com quem já teve um ou vários contactos.
Repita estes movimentos até ao desaparecimento do fosféno (cerca de três minutos). Refaça um fosféno e recomece os movimentos.

Pratique este exercício uma vez por dia de 15 a 45 minutos. Ao fim de um certo tempo de prática, que pode variar duma semana a um mês, provavelmente, terá resultados convincentes no domínio do channeling e os contactos com os guias espirituais.

Vamos definir o channeling como a interpretação das energias profundas do cérebro. É um meio de entrar em contacto com as camadas mais profundas da consciência, chamadas o inconsciente coletivo por Jung ou anais akashicas na cultura New Age. A interpretação destes fenómenos continua a ser meramente pessoal e é importante compreende-las como uma amplificação dos pensamentos do indivíduo.

O channeling, como muitos fenómenos psíquicos, assemelha-se a uma «taverna espanhola»: onde se encontra o que se trouxe.

© Fosfenismo - Extrato de «Universo Energia Fosfénica».

FOSFENISMO - Escola do Dr. LEFEBURE
Pratique também o Fosfenismo.

Faça o download GRATUITAMENTE

«UNIVERSO ENERGIA FOSFÊNICA»

e aprenda a transformar
a energia luminosa em energia mental.