TESTEMUNHOS PESSOAIS
sobre
Daniel STIENNON
(2/3)
phosphenisme aura

Yvan L.
Materialização da energia etérica

Eis o detalhe de um exercício, dado por Daniel Stiennon num dia de formação contínua reforçada.
O exercício consiste em colocar uma pessoa contra uma parede branca, depois devemos fixar 10 cm acima da sua cabeça. Ao fim de um certo tempo, apercebemos um halo luminoso à volta da cabeça da pessoa assim observada. A densidade desse halo luminoso vai depender de dois fatores:
- primeiro: o estado de espírito da pessoa que observamos,
- segundo: a capacidade que tem o nosso cérebro de pôr a luz difusa à volta da imagem de persistência retiniana que temos da pessoa.
Na linguagem esotérica esta observação é chamada: perceção do corpo etérico. Os fosfenistas avançados apercebem igualmente magotes de cores à volta da pessoa, chamados perceção da aura, mas que é mais justo chamar densificação do nosso caos visual.
A sua interpretação será em função das nossas faculdades de «vidência». Como nos explica Daniel Stiennon: é como uma cartomante que interpreta as cartas. As cartas podem ser um suporte para desencadear os seus flashes de vidência.

http://www.fosfenicas.com/faqtechnic2.html#Q10
http://www.fosfenicas.com/faqtechnic2.html#Q11
http://www.fosfenicas.com/faqtechnic2.html#Q12

Plus notre cerveau aura ce que l’on peut appeler des capacités de voyance, plus celui-ci nous permettra d’obtenir dans notre champ visuel des informations.

Quanto mais o nosso cérebro terá, o que podemos chamar, as capacidades de vidência, mais este nos permitirá obter informações no nosso campo visual.

Após ter tomado consciência da luz difusa à volta da pessoa observada, esta, põe-se de joelhos o mais rapidamente possível. Observamos então que o seu «duplo» fica como colado à parede durante vários segundos, antes de descer como se quisesse voltar ao corpo físico. É devido ao efeito da impregnação da luz difusa no nosso campo visual e do seu movimento à faculdade da «vidência» do nosso cérebro. É o mesmo fenómeno das aparições fantasmagóricas.

Depois, Daniel Stiennon mostra que esta densificação etérica (luz difusa) pode fazer-se na palma da mão. Foi assim que apercebemos uma bola de energia que, seguindo o movimento do seu braço, pode deslocar-se. Mas sobretudo, estando sentado numa cadeira, com os olhos fechados, com uma venda nos olhos, ele coloca essa substancia etérica ao nível do baixo-ventre. Nesse instante mesmo e sem ser prevenido da experiencia, senti uma coluna de energia cercar-me. Depois de repente, senti-me transportado num outro «mundo», outro estado de consciência. Foi muito forte e impressionante, gostaria que durasse…
O que prova que, a nossa própria energia etérica (ou luz difusa) pode ser amplificada por outras pessoas, pela razão da grande transmissibilidade dos fenómenos fosfénicos e dar lugar a um aumento das nossas faculdades latentes, mergulhando-nos nas camadas ainda inexploradas da nossa consciência. Agradeço Daniel Stiennon por esta experiencia fantástica.



Noëlle D.
Viagem interior.

Depois que Daniel tenha depositado uma bola de energia no meu plexos solar, senti-me aspirada para o interior do meu próprio corpo.
Viajei nas minhas veias, nas minhas artérias e em alguns dos meus órgãos.
Sensação estranha, essa de visitar o seu organismo.
Segui as recomendações do Daniel, senti uma energia de tonicidade insuflada a todo o meu organismo.
Obrigado Daniel por esta viagem interior e todas as suas excelentes explicações.



Gérard W.
Enfeixar a energia universal

A luz difusa é transmissível por telepatia e é muito mais facilmente realizável quanto mais o emissor estiver próximo do recetor. Então, quando o Daniel projeta a sua energia em mim, senti-me como «fora do meu corpo». Depois, Daniel pede-me para reunir a minha energia ao nível do baixo-ventre e de focalizar toda a minha concentração sobre a energia que eu sentia crescer no meu baixo-ventre.
«Reúne-a, dizia-me ele». «Fá-la girar e subir através do eixo do teu corpo até ao cimo da tua cabeça, depois projeta-te com essa energia.»
E aí, que sensações, seria longo demais a descrever. De todas as maneiras, tem que se viver para crer…
Um grande obrigado Daniel.



Pascal T.
Que noite!

O dia da formação continua reforçada decorreu com o seu festival de experiencias, mas não é nada ao lado das noites que seguiram esses dias.
Deslocações com uma velocidade vertiginosa, turbilhões numa magia de cores, apresentações de textos sagrados (indecifráveis para mim), escutas de sinfonias astrais, contactos com as letras de ouro sagradas que me transportaram num estado indescritível, para citar só isto…Agradeço a todos pela transmissão de energia e ao Daniel pelos seus conselhos para evoluir melhor nos planos de consciência.



Valérie H.
Luz no meu campo visual.

A energia de Daniel Stiennon teve como efeito, fazer-me ver uma energia quase sobrenatural.
Energia, se compreendi bem as explicações de Daniel, provocada pelo aumento da atividade neurológica que se traduz no meu caso em flashes luminosos que atravessei, o que me deu mais energia, levando-me a descobrir perceções e sensações incríveis.
A todos os emissores, obrigado. Ao Daniel, um grande obrigado por me ter permitido realizar estas experiencias com toda a quietude.