Pequeno extrato do:
LIVRO DE OURO


Estágio de Julho e Agosto

Nestamos num grupo de telepatia fosfénica, como o grupo era impar eu estava sem companheiro, pedi ao senhor Stiennon se podia trabalhar com ele. Aceitou e instalei-me em frente dele. Estamos sentados nas cadeiras em frente uns dos outros. Eu sou a recetora e ele o emissor. Apenas coloquei a faixa ocular sobre os olhos fechando os olhos, senti uma vibração muito forte no meu corpo físico, ou no meu corpo etérico, não sei bem dizer. Mas o que sei é que foi verdadeiramente muito potente.
Depois encontrei-me por cima do meu corpo e podia-me ver sentada na cadeira. No momento seguinte, encontrei-me no céu, levada num movimento em turbilhão. As sensações e as perceções eram muito nítidas e mais fortes, que com a utilização da cadeira giratória para obter um giroféno. Os utilizadores da Fosfenic Machine compreenderão. Foi verdadeiramente impressionante. Um grande, grande obrigado ao Sr. Stiennon por este momento inesquecível.

Patricia D.


Já participei a muitos estágios no domínio do desenvolvimento pessoal e do desenvolvimento espiritual, mas devo confessar que o estágio de Fosfenismo ao qual participei faz parte dos estágios mais maravilhosos que efetuei.

Dr P. L. R.


Passei momentos muito agradáveis no sítio do estágio bem longe da efervescência da nossa vida moderna. As aulas desenrolaram-se com um ambiente muitíssimo simpático. Assim, pude aprender a utilizar os fosfénos graças aos numerosos exercícios que foram propostos. Volto para casa com uma energia nova, perfeitamente repousada e com a «cabeça» muito ligeira! Sensação verdadeiramente agradável. Estou convencida que com este método, encontrei enfim a ferramenta mais potente para o desenvolvimento pessoal! Agradeço imenso a todos, sem esquecer Naïma e Alain pela amabilidade e disponibilidade que nos dedicaram.

Sonia.


Passei uma semana muito agradável. Naïma e Alain são umas pessoas muito acolhedoras e excelente eficácia, respondem aos mínimos problemas funcionais. Quanto ao Daniel e Gilles, foi um prazer de vos ter encontrado, são pessoas apaixonantes que têm o dom de transmitir a paixão do Fosfenismo, visto o neófito que sou. Encontrei neste refúgio de paz um poço de conhecimentos. Se desejar viver momentos ricos em emoções, é para o Fosfenismo que se deve dirigir.

Jean-Michel L.


É tão agradável trabalhar na natureza. Não posso dizer o que me entusiasmou mais. Vou precisar de alguns dias para integrar, digerir. Gilles – surpreendente desde o início, não convencional, espontâneo e autêntico – sabe muito bem passar as mensagens. Gosto do seu ensino baseado sobre a prática. Como não sou muito intelectual, foi muito fácil para mim.
Quatro transmissores giravam à minha volta, em ritmo, martelando o solo com os pés. A rotação fazia-se no sentido inverso dos ponteiros do relógio. Subitamente, fui transportado numa tribo ameríndiana. Essa dança giratória com os batimentos dos pés com o ritmo de dois segundos é uma grande medicina. No sentido dos ponteiros do relógio, afasta as doenças quentes; no sentido contrário, afasta as doenças frias. Eu vivia nessa tribo e estava iniciado para essas danças pelo meu «avô» xamane e por toda a tribo. Também gostei muito da experiencia com os animais totem. Gilles tem um coração em ouro e um verdadeiro respeito pela natureza e pela humanidade. É importante que tenhamos esses ensinos pelos quais as energias nos permitem evoluir.

Véronique M.


Obrigado Daniel, Naïma, Gilles e Alain pelo vosso acolhimento caloroso. Obrigado pelo facto de nos ter permitido de viver esta experiencia. Felicitações pela qualidade das refeições. O estágio com o Gilles permitiu-me viver a experiencia de Prometeu (da mitologia grega) que não conhecia! Sinto-me re-equilibrado e evidentemente, espero participar a outras «aventuras». Só tenho pena de não ter conhecido o Fosfenismo mais cedo.

Fabien L.


Gosta dos fosfénos, da natureza, das atmosferas simples e calorosas; tem necessidade de se reforçar, de tomar decisões importantes, de criar o seu nível de energia. Recomendo-vos um estágio de Fosfenismo.
Daniel e Naïma são hospedeiros fora do comum. Serão sensíveis ao seu encanto, à boa cozinha, à preocupação do bem-estar de cada um. Não é o meu primeiro estágio e no entanto fico surpreendida pela qualidade da minha energia. O meu cansaço, a minha desmotivação, tudo desapareceu. Volto com ideias, projetos e um sólido apetite para tudo o que me espera. Tinha à beira da clareira, a da árvore ADN e dos antepassados. Aí, passei para o outro lado dos conceitos. Obrigado Gilles pelo seu ensino potente, obrigado Daniel e Naïma pelo acolhimento; obrigado Alain pela disponibilidade e a sua avaliação.

Thérèse.


Uma riqueza de experiências no exterior, com fosfénos «solares», que apreciei muito. O trabalho em grupo, nomeadamente com os mantras, foi um momento extremamente forte. Também apreciei muito os apoios musicais ritmados com os fosfénos, parentes a uma forma de «transe iniciática». A sessão noturna também foi muito fixe, como a tomada de consciência dos ritmos cerebrais. O Pneumoféno, ligeiramente esquecido para mim desde o ano passado, parece-me ser um dos instrumentos indispensáveis e complementares.

Serge F.


Fiquei muito feliz de ter feito campismo e muito feliz também de conhecer Gilles, o nosso professor que me fez conhecer a sua cultura druida, bem como o seu bom humor. A alimentação foi muito de boa qualidade. Esta estadia foi como férias e permitiu-me recarregar e sobretudo encontrar outros participantes, quase todos, muito ricos de saber com quem troquei uma multidão de informações. No que respeita aos ateliers, foi muito agradável de por os pés na relva e observar a natureza. Quando cheguei, não tinha uma grande prática do Fosfenismo. Desejo manter todo o trabalho efetuado com exercícios diários em casa. Fiz lindas experiências, lindos sonhos que permitiram compreender certas coisas que se relacionam comigo. Um grande obrigado Gilles, Alain, Naïma e Daniel.

Pascal C.


Ambiente agradável. Muito boa qualidade dos estagiários e da energia libertada que efetivamente me recarregou desde do primeiro dia. A experiência mais notável: encontrei-me com uma sensação enorme a nível do «hara», e a minha coluna vertebral (centros nervosos) como num ovo. Transformei-me num animal com quatro patas… Aí, foi forte. Obrigado Gilles por esta linda experiência e a todos os outros. Obrigado Daniel.

Monique K.


Estou muito contente e muito satisfeito de ter participado ao estágio avançado de Fosfenismo. É completamente possível praticar o Fosfenismo sozinho, baseando-se nos livros e CDs do Dr. Lefebure e de Daniel Stiennon. O facto de praticar de vez em quando com outros permite acelerar os resultados. Quanto mais pessoas praticarem juntos e mais é potente. O facto também de assistir a um estágio de Fosfenismo permite verificar que praticamos corretamente.
Ontem, por exemplo, aprendi a praticar corretamente o exercício de convergência ocular. Apercebi-me que não o fazia corretamente. Aí, aprendi como corrigir e praticar de maneira ótima. Outro grande benefício deste tipo de estágio é a acumulação acelerada dos ritmos. Quando temos 25 pessoas que projetam sobre si um ritmo com 1/6 de segundo, é muito potente! E quando além disso, no meio dessas pessoas, se encontra o Sr. Daniel Stiennon com Fosfenistas muito experientes, aquilo aumenta ainda qualitativa e quantitativamente os ritmos transmitidos. O que explica que fui literalmente transportado dentro de mim próprio com uma vaga de energia muito potente. Este tipo de exercício permite nomeadamente ganhar meses de prática, de onde o grande interesse. Pela minha parte, é na sequência de um estágio de Fosfenismo (estágio básico) que me pus a praticar seriamente e de maneira assídua as técnicas fosfénicas.
Este estágio avançado trouxe-me muita energia e entusiasmo; permitiu-me empreender completamente esta via.

Franck.


Apesar dos exercícios propostos, passei todo o estágio a pensar unicamente no texto escrito por Daniel STIENNON sobre a Atlântida. Um pouco como um pensamento obsessivo, e se a Atlântida fosse um lugar escondido no nosso universo onírico. Duas semanas após o estágio, fui recompensado pelo meu esforço. Passei a noite a visitar uma cidade absorvida. Podia deslocar-me sem ter necessidade de respirar, como um peixe das profundezas e visitar templos e edifícios abrangidos de coral e de algas. Entro num edifício o qual seria bem incapaz de situar a época de construção e apercebo um hotel onde arde uma chama. Sinto-me atraído, aspirado para essa chama. A inspiração é muito forte e não ouso investir-me mais longe na experiência. Vou retomar os balanços laterais a fim de me reforçar para atenuar os sentimentos de apreensão. Na sequência desta experiência, tenho o sentimento agudo que tudo está bem em mim e que se «bato, alguém abrirá», faça os exercícios fosfénicos e descobrirá o seu universo interno. Um imenso obrigado ao Fosfenismo.

Bernard F.


Questão organização, a infraestrutura do parque de campismo e as refeições, penso que todos são unânimes para dizer que tudo estava perfeito. Absolutamente nada a dizer. Apreciei as refeições de tipo desportivo, com nomeadamente açúcares lentos ao meio-dia, que permitia ter a energia para abordar facilmente todos os exercícios da tarde bem como as propostas em noite.

Tive três professores e os três com estilos diferentes. Bruno, muito pedagógico, é ideal quando somos principiantes. Gilles oferece uma abordagem do Fosfenismo em estreita relação com a natureza e os elementos que a compõem. O estágio (Naturo-Fosfenologia) deve descobrir-se, porque permite a abertura sobre outra dimensão. E por último, Daniel STIENNON, que propõe um estágio intensivo, para não dizer condensado com base no princípio que é necessário praticar o pensamento ritmado (o ritmo-fosfenismo) para obter efeitos grandiosos.
Apreciei as três personalidades, com uma atração para o Daniel STIENNON, porque não tenho nenhuma dúvida com respeito à prática intensiva, com o estrito mínimo de explicações, é a chave que conduz às experiências. De resto, como diz ele mesmo: «Nos meus estágios, não gosto demasiado das pessoas que vêm porque viram a luz; existem bastantes informações no site Internet para que cada um possa compreender a justificação dos trabalhos do Dr. LEFEBURE sem que haja necessidade acrescentar algo. Viver por si próprio uma experiência é a primeira coisa que se deveria fazer, mas no nosso mundo intelectualizado, prefere-se em primeiro lugar os conhecimentos livrescos e intelectuais.»

Os ateliês intensivos permitiram à minha energia dupla tornar-se mais densa, pela qual obtive mais atenção no sono. A esse respeito, compartilho completamente a opinião do Daniel sobre a noção de paraíso perdido. Penso com efeito que o mundo do sono (o mundo noturno) pode ser incrivelmente rico em perceções de todos os tipos. Encontrar-se muito despertado num ambiente grandioso com sentimentos extáticos e num ambiente conhecido ou desconhecido, pode apenas recordar-nos a génese do Éden.
Cada desdobramento, viagem astral, pode apenas reforçar o nosso corpo glorioso e permitir-nos detetar, pelo menos penso-o, que poderia ser a vida após a vida. Este mergulho no universo de perceções e de sensações, fora da solicitação dos sentidos físicos, é realmente uma experiência a descobrir. As minhas possibilidades livrescas não me permitem dar mais descrições. É realmente útil de resto?

Jean-Claude L.


Foi extraordinário sentir os antebraços penetrar no tronco da árvore.
Foi extraordinário sentir, com as costas contra a árvore, aspirado com uma doçura materna no seu seio.
Foi extraordinário sentir sobre a madeira que comunicou o seu mal ou a sua doença ou outro e no dia seguinte, apareceu-me pedindo-me ajuda.
Foi extraordinário a sensação de entrar no solo para fazer quase um com a terra.
Foi extraordinário ver com os olhos do urso, olhar a minha trufa e a minha língua lamber os meus beiços, com um cervo na frente que se dirigia para a floresta, seguido por outro animal com 4 patas, seguidamente ver um pássaro com o bico curvo e garras de ave rapina, preparar-se para se pousar espantosamente no momento em que Gilles nos fez observar um grande duque que também se tinha pousado por acima de nós para nos observar durante os nossos exercícios.
Foi extraordinário olhar desfilar uma manada de animais ao galope através da savana.
Foram grandes momentos neste estágio. Difícil esquecer, estão gravados na minha memória.

Jean Gilbert  L. G.


Antes de chegar, sentia-me cansado pela multidão de obrigações diárias, familiares e profissionais; não pensava estar em condições ótimas para seguir uma formação. Mas desde a primeira manhã, os exercícios em grupo reativaram a minha energia e realmente pude entrar nas experiências com facilidade.
Volto para casa em forma, descansado, liberado com muitos ritmos no caos visual.
Obrigado ainda Daniel, Naïma, Gilles, Alain, Thérèse e a todos os amigos estagiários.

Jean-Charles R.


Durante os estágios, encontrei a paz e a calma mental e seguidamente conseguia ver a luz interna que é uma iluminação com uma cor muito amarela e que me fez de atingir o estado de NIRVANA.

Jean P.


Tenho que agradecer toda a equipa do Fosfenismo que, embora praticando o método desde há dez anos, não conhecia.
Obrigado particularmente ao Daniel por ter conservado os trabalhos do Doutor LEFEBURE com tanto sacrifício, porque sem esta obstinação para a divulgação, nunca teria encontrado e nunca me teria tornado no que sou agora, o Fosfenismo tendo desenvolvido a minha perceção e o meu bem-estar de uma maneira bastante extraordinária, que está longe de estar terminado e que me permitiu seguir sobre uma via que qualifico agora minha.
Obrigado também ao Gilles por todas as explicações sobre a iniciação e sobre a natureza, Naïma pela sua boa cozinha, Alain, sempre disponível para prestar serviço.
Este estágio permitiu-me re-examinar o meu modo operacional, aprofundar as minhas técnicas e descobrir novas suscetíveis de me fazem progredir imenso.
Uma multidão de experiências pelo momento e uma certeza quanto aos ritmos criados e muitas respostas às minhas perguntas quanto à minha falta de «abrir mão».
A estadia passou-se muito bem, o acolhimento foi muito bom, o lugar muito calmo, tomar um duche e as instalações irrepreensíveis, a alimentação deliciosa, resumidamente nenhum problema, uma estadia muito agradável com uma continuidade certamente surpreendente quanto à incubação dos ritmos criados no meu duplo que estenderão em pequenas ou grandes experiências uma vez voltando à minha vida diária.

François B.


O acolhimento no campismo e na escola foi muito caloroso. Daniel pôs-nos imediatamente à vontade.
Foi igualmente um grande privilégio passar estes primeiros dias junto dele como instrutor.
Esta formação foi muito rica para mim tanto com os exercícios que conhecia apenas com os ritmos como Daniel e Gilles me induziram, bem como os do grupo. Parto por conseguinte cheia de ritmos que espero poder manter e duplicar com uma prática diária e assídua - e agora mais que nunca - sobre boas bases.
Não é assim tão fácil de «abrir mão», mas precisamente, contra qualquer espera, terei vivido experiências que não esperava. Estava demasiado fixada no «meu duplo»!
Espero ter a ocasião de nos re-encontrarmos para um estágio força +++ ou talvez nas estrelas…
Obrigado a toda a equipa e particularmente ao Daniel e ao Gilles.

Virginie P.


Apreciei esta grande família que formámos. Gostei de todos os ateliês na natureza. Tenho um novo sentido no meu corpo, ao mesmo tempo mais ancorado, mais expandido.

Régine L.


Apesar das minhas apreensões, dupliquei-me. Tive a impressão de descolar dos pés à cabeça seguidamente de sair pela cabeça para me re-encontrar por trás de mim. Boa perceção da energia dos grupos de trabalho e necessidade de um tempo de integração para voltar para casa em energia.
Apreciei a dinâmica do Gilles e o seu contacto com os elementos da natureza.
Obrigado a todos e ti Daniel.

Yane A.


O momento mais intenso e mais interessante para mim foi o ensino dos balanços que parece adaptado para mim.
Estágio a aconselhar a todos, que enriquece realmente mais na vida.

H.


A mais notável das minhas experiências durante o estágio foi no segundo dia durante um exercício da transmissão do ritmo onde era recetor com 8 emissores que repetiam OM. Em 9 segundos, transformei-me numa esponja. Senti que o meu corpo ficava com o algodão, mas o mais apreciável foi esta sensação agradável que acompanha este estado.

Marie E.


Vários momentos agradaram-me muito, nomeadamente o mantra OM com 7 pessoas para 1 recetor ao centro: 1 grande luz branca apareceu em mim com a sensação de uma abertura a nível da chacra coronal: muito agradável.
Apreciei muito, o trabalho com os ritmos rápidos dançando: sentindo várias correntes elétricas que se reproduziram na parte inferior da coluna vertebral com espasmos elétricos.
Sentimento ligeiramente similar durante os exercícios de balanço vertical com «ALLA» associado ao vegetal.
Sentimento da estrela VÉNUS: muito energética. Muito feliz de ter estado presente neste estágio.

Jacqueline F.


Sempre fui atraído desde sempre pelo psiquismo. Após ter vagueado anos na perdição, descobri por «acaso» por assim dizer, o Fosfenismo. Estou feliz desta descoberta, por último uma prática iniciática sem dogmas extravagantes, nem simbolismos abracadabrantes… Tudo é tão simples, não nos pedem para acreditar, ma somente experimentar. Aí está exatamente o que necessitava!
As explicações são simples, abençou o Doutor Lefebure com todo o meu coração…

Jean-Michel


Obrigado ao Daniel por ter salvado o Fosfenismo do esquecimento!
Obrigado ao Bruno por nos ter transmitido tão facilmente!
Obrigado ao Hamza e Youssef por nos terem servido tão bem e sempre com o sorriso.
Obrigado aos participantes pelo calor, a abertura e a simpatia.
Obrigado ao sol e a lua também.
Grande obrigado à Terra por ser tão bonita!
Parto cheia de energia positiva após ter vivido experiências tão lindas, bem decidida servir-me da minha malinha cheia de instrumentos tão eficazes.

Françoise K.


Desejando fazer uma formação há muitos anos, pude apreciar em detalhe a qualidade e a riqueza universal deste ensino. As abordagens diferentes dos instrutores puseram em valor as infinitas possibilidades do Fosfenismo, que se dirigem à cada ser na sua universalidade e na sua unicidade.
As técnicas ensinadas deram-me o impulso para começar um trabalho regular na vida diária. As trocas com os estagiários de horizontes diversos faziam também parte deste enriquecimento.
Quanto ao lado da organização material, não tenho nada para sublinhar, não faltou nada, tudo pensado no melhor possível para o conforto cada um.
A área do parque de campismo é muito calma, cada um respeita o espaço físico e «sonoro» de cada um.
Um grande obrigado ao Daniel, Bruno, Gilles e todas as pessoas que ajudaram nesta organização, para um ensino que não tem preço e do qual não tenho certamente ainda consciência do alcance para a minha progressão terrestre e mais, mas será uma outra história.
Na luz,

Christian C.


Com o ambiente simpático, vigiado pelos nossos 2 anjos (sorrisos adoráveis e devoção exemplar): Hamza e Youssef, a nossa pequena fada Yasuko, a gentileza dos participantes do estágio, (com amizades nascentes), a escuta calorosa dos responsáveis, a qualidade dos cursos, passei uma estadia inesquecível. Sinto-me pronta para continuar o treino em casa para ir ainda mais longe.
Quando haverá estágios mais aproximados?
Obrigado, obrigado a todos e aos «devas» do lugar.

Véronique A.


Vivi um momento excecional, o estágio esteve para além das minhas esperanças. Permitiu-me tomar consciência do que é a energia fosfénica e como utilizá-la para progredir nas experiências.
Um grande obrigado ao Bruno pela qualidade do seu ensino, pela sua disponibilidade, a sua gentileza e pelo seu amor pela Natureza bem como ao Daniel pelo seu acolhimento e por ter feito tudo para que cada um se sinta bem. O bom humor cada um contribuiu muito para a estadia agradável.
Sobretudo, continem a organizar outros estágios.

Yannick


Muito bom acolhimento quando chegamos. O sítio é excecionalmente adaptado para a prática do Fosfenismo. Os dois cozinheiros estiveram sempre atentos e disponíveis. A alimentação muito biológica e variada.
Pude compreender os diferentes exercícios, o que teria sido impossível sem o estágio. O nosso formador soube gerir habilmente um grupo de 40 pessoas. O ritmo era mantido sem ser opressivo, a pedagogia excelente: nada à dizer.
Aprendi uma multidão de pequenos detalhes instrutivos. O ambiente era extraordinário.

JM. B.


Temperatura excelente.
Bom ambiente, diversidade dos participantes: enriquecimento pessoal a nível das relações.
Muito boa egrégora.
O trabalho excedeu o que esperava. Tive experiências extraordinárias graças à qualidade e ao trabalho dos meus parceiros.
Quanto ao nosso instrutor Gilles, foi formidável. Uma pata de veludo numa luva de ferro, cheio de humor, paixão, de atenção e pronto a pôr todos no bom caminho. OBRIGADO.

Josyane F.


Pude confirmar certas intuições, redescobrir a minha imensidade cósmica e terrestre.
Obrigado pelo acolhimento muito caloroso de Hamza, Youssef, Daniel e Bruno.

Fabien L.


Organização: os vigias vegetais velam sobre os nossos sonos nas tendas.
Excelente ideia de alojamento. A rutura com os nossos ritmos habituais é apenas mais profunda. Estimulação forte da energia vegetal.
Alimentação simples, fresca e perfeitamente adaptada às nossas necessidades e não aos nossos caprichos.
Impressão duma primeira abordagem fosfénica (estágio do 1/08/07 ao 8/08/07)
Imersão em plena natureza com êxito. A luz no coração, maravilhado de me encontrar numa dimensão anteriormente vivida e que pelo ensino fosfénico re-encontrei todo o seu sentido: RESSOAR/RACIOCINAR.
Excitação num mosaico de descobertas.
Mergulhar na luz, deixar o denso, revolutear no subtil a fim de se perder para melhor se encontrar.
Subir ao infinito, como uma vertigem de amor, na embriaguez que palpita banhada de lágrimas e rires.
Praticar exercícios para fazer em casa e tornar-se no seu próprio atanor…
A parte do Xamanismo, extraordinária de frescor. Encontrar a criança em si e que felizmente nunca mais será amordaçada.
Carisma evidente do Gilles! Em osmose contagioso, que me permitiu maravilhosos jorros luminosos na essência da vibração da vida.

Catherine


Que de felicidade!
Uma redescoberta dos outros e de mim mesmo.
Uma respiração de luz, uma fenda azul…

Jonathan


- Ambiente do estágio:
Cool, nas calmas com uma qualidade surpreendente dos estagiários, como no último ano. A diversidade dos horizontes e as origens permite uma abertura e uma divisão muito enriquecedoras.
- Animador:
Com o mesmo animador que o ano precedente, o estágio foi muito diferente. Bravo.
Cheguei completamente esvaziada, parto harmonizada.

Monique


Comprei o material do Fosfenismo há vários anos, e pratiquei de maneira irregular. A ocasião apresentou-se para poder por último fazer uma formação que dá as bases para uma prática regular clara e metódica.
Aprecio o espírito desta formação de «elevado nível» que permanece fora de qualquer subjetividade: sem mestre, sem guru, de tentativa prosélita. Levada pela energia do grupo, cada um descobre o seu caminho em si e prossegue-o.
Para mim, uma grande motivação para continuar na via do Fosfenismo e prosseguir o meu «desenvolvimento pessoal».
Muito bom acolhimento e calor humano de Daniel e Bruno que permanecem ao mesmo tempo pessoas muito ricas mas simples.
Obrigado a todo o grupo também pela diversidade das sensibilidades.
Ambiente muito agradável próprio duma via de evacuação estival, generosos em energias diversas.
Obrigado Youssef e Hamza para o sorriso e o grande coração aberto… sempre disponíveis.
Muito obrigado

Serge


Para os que leem esta mensagem, saibam que é como uma garrafa deitada ao mar. Uma mensagem que fala de um lugar de paz, alegria, experiências espirituais, práticas ancestrais, iniciação e descoberta do que pode ser o homem. Mas há também da boa «comida» com dois excelentes vigias de mesa que são Youssef e Hamza. Há também Daniel o vigia dos trabalhos do Dr. Lefebure, Bruno, o professor. Os ensinos são excelentes e com uma grande riqueza.
Saibam que esta mensagem pode alterar a vossa vida, então como uma garrafa deitada ao mar, imaginam o que faria uma tal mensagem que chega à vossa margem, o que faria? Eu, sei… Mas é mais fácil, venho duma outra margem.

Anônimo


Humano filho da luz toma o teu voo, uma semana fora do tempo e sem idade.
Ao sol, trabalhamos a pedra que faltará apenas lustrar.
Os sorrisos dos meus senhorios temperaram as minhas refeições.
Precisões técnicas puseram marcadores.
Rires e gracejados dos amigos pontuaram o caminho desta semana tanto esperada.
Os vossos sorrisos, os vossos rostos permanecerão no meu coração.

P.Y.


Sendo novato, o Daniel e o Bruno souberam pôr-me à vontade com a prática do Fosfenismo que é uma arte liberada dos dogmas.
O meu estágio efetuou-se na paz onde fui surpreendido de ver a luz difusa bem como numerosas imagens em mim mesmo.
Recebi um ensino duma qualidade maravilhosa e os diálogos com as pessoas do estágio foram-me benéficos.
Vim ao estágio com as mãos vazias e parto com as mãos cheias … e o coração.
Nenhuma dúvida… encontrei a minha via.
Obrigado ao Daniel e ao Bruno.

Eric


A equipa do Fosfenismo ofereceu-nos um estágio de grande qualidade pontuado com momentos fortes igualmente no domínio da prática que no registo das relações humanos.
Tomei consciência da interação dos ritmos, do ser humano e os da Natureza… A causa antes apareceu aquando de uma posta em aplicação pragmática e adaptada ao homem de hoje.
A um nível muito mais pessoal, vivi uma intensa experiência de desdobramento durante um ateliê de «ritmos rápidos». Um quadro sumptuoso, ritmos à profusão. Um instrutor acessível e muito humor. Um excelente momento.
A equipa do Daniel acompanhada Youssef e Hamza pôs à disposição a infraestrutura e a subsistência próprias para o bom funcionamento do estágio.
Um grande obrigado!

Yannick


Os participantes e os organizadores do estágio acolheram-nos perfeitamente.
Os Espanhóis são muito simpáticos.
A energia do grupo e a acumulação foram tão intensas que consegui passar mais um troço na compreensão do nosso universo e dos planos cósmicos.

Jean-Pierre


- Efeitos imediatos do estágio básico:

  • Sonhos a cores muito mais vivas,
  • Regresso às lembranças pelos sonhos,
  • Sono mais profundo,
  • Reação mais viva do espírito na ação,
  • Clareza de espírito evidente,
  • Calma interior que se faz para além do ego. Os pensamentos não se dispersam mais. Penso no essencial.

Para as reações a longo prazo, espero ver a sequência com a prática (balanços + gyrascopio).

- Estágio

  • Ambiente familiar muito simpático,
  • Quadro agradável,
  • Agradável mistura das etnias,
  • Lugar de trabalho bem escolhido.

Enrik R.


Apreciei o início do estágio com o Alternophone todas as manhãs, bem como os exercícios de respiração antes das refeições ao meio-dia e à noite.
Primeira noite: desdobramento, viagem em companhia dos pássaros.
Boa organização do estágio (Bravo Bruno). Senti muito calor e energia. Excelente ideia de fazer os estágios ao fim de semana. O que permitirá progredir (A união faz a força).

D. D.


A minha viagem no desconhecido foi fantástica. Entre o acolhimento caloroso e a disponibilidade do Bruno e do Daniel, decorados pelos ateliês bem cadenciados, vivi momentos mágicos e ricos em experiências pessoais. Adorei estar lado a lado com os «habitantes» da floresta e da senhora Natureza.
Parto com a cabeça descansada, cheia de energia e de boas lembranças. Então e muito simplesmente OBRIGADO.

Fabienne R.


Vou-me embora cheio do bom humor dos participantes, da gentileza e da disponibilidade dos organizadores.
Atingi o meu objetivo: compreender os exercícios a fim de praticar sozinho
Tomei consciência agora que era necessário ter uma prática regular de vários meses para integrar os ritmos. Sinto-me motivado mais que nunca porque tenho agora os instrumentos para praticar eficazmente. Grande obrigado a todos.

Carlito


Apreciei muito as energias do Bruno que soube criar um ambiente particularmente caloroso. Durante este estágio, aprendi imensas coisas sobre os ritmos. Senti um grande respeito das variações individuais, que permite continuar o treino com uma palete de exercícios bastante subtil.
Apreciei os indivíduos que formavam o grupo. As trocas foram muito enriquecedoras. Quanto à infraestrutura, obrigado Daniel de permitir que tudo isto exista.
Felicitações ao Youssef e Hamza pelo controlo da preparação e do serviço das refeições.

Thérèse


O meu ponto de partida: uma prática do Fosfenismo desde há 8 meses, com:

  • Pack livros,
  • Conjunto - 16 CD curso do Dr. F. Lefebure,
  • Conjunto - 16 CD exercícios do Daniel Stiennon.

Os estágios de formação básicos e de formação superior permitem verificar que os exercícios são feitos corretamente.
O estágio de formação contínua permite aprofundar os conhecimentos e descobrir outras técnicas e aplicações complementares.
Numerosas as trocas interativas entre estagiários e formador (+ Daniel) permitem compreender melhor os diferentes exercícios bem como os seus efeitos.
Conclusão: estes estágios responderam às minhas perguntas e também me deram o desejo de prosseguir a prática do Fosfenismo.
Obrigado ao Daniel e ao Bruno pelos dias passados na vossa companhia.

Gilles S.


Estágio: 7 dias de caminho para o equilíbrio e a liberação.
Relação: uma relação entre as pessoas que transcende os valores «comuns», uma fusão muito livre e respeitosa cada um.
Pessoal: atenções graduais que se concluem, durante um ateliê de ritmos rápidos, pelo contacto com guias que disseram «desce», fica «enraizado», que eles «ocupam-se» do céu. O meu papel é «estar» sobre terra.

Alain I.


Eu gostava:

  • A gentileza não afetada dos meus inquelinos: Daniel, Bruno, Hamza, Youssef e a disponibilidade de cada um,
  • A acuidade dos propósitos de Daniel e de Bruno,
  • A repetição dos exercícios,
  • A força do grupo,
  • A abertura à Natureza.

Senti no fim do estágio:
Força interior, serenidade, equilíbrio, alegria.
Beijinhos e obrigado.

Régine


O meu objetivo inscrevendo-me a este estágio era inicialmente experimentar novas técnicas de desenvolvimento pessoal bem como alimentar a minha investigação de espiritualidade. E confesso que fiquei cheiinha.
3 dias de aulas com o Bruno e o pensamento ritmado associado aos fosfenos não tem mais segredos para mim: excelente preparação para o segundo estágio.
Depois, 4 dias de ateliês com o Gilles e saí transformada. A magia operou.
Experiências perturbantes nos ateliês sobre a linhagem ancestral. Muitas emoções, de amor sentido, lindas trocas entre os participantes.
O ateliê com as árvores permitiu-me encontrar o meu animal totem: um magnífico golfinho numa água violeta, que veio ter comigo num sonho despertado e levou-me ao céu estrelado.
Organização excelente.
Refeições ligeiras mas copiosas.
Obrigado a vocês pela excelente semana e… até ao próximo ao ano sem dúvida.

Joëlle


Um acolhimento caloroso, um lar onde a luz é fonte límpida e fresca!
A vibração é grata, acendeu em mim muitas perspetivas, a minha criança interna está feliz. Por último, um real que faz sonhar!
Através deste estágio, a luz e o ritmo reuniram-nos.
Vivi mais do que imaginava com guias extremamente simpáticos, frisantes de humor e amor!
Obrigado pelo vosso compromisso através da obra do Doutor Lefebure, resplendem ainda e mil vezes obrigado, linda subida.
Esperando ouvi-los de novo de modo que a experiência se multiplique e transmita na luz!
Um grito: KI! KI! cheio de energia!

B. D.


O estágio de Fosfenismo forneceu-me as chaves que me permitem ligar as minhas experiências a uma nova interpretação do universo, bem mais racional. Também me permitiu compreender muitas leituras que pude absorver estes últimos anos. O Fosfenismo é uma porta aberta às novas experiências, mais certa e mais sã, uma filosofia de vida luminosa e que empurra à compreensão de domínios extremamente variados, (ciência, natureza, universos, vida…).
O desejo de desenvolvimento do Fosfenismo é sentido, pela minha parte, como uma obra maior e mais bonita ainda que a do Soberano Peter Deunov, é por isso que agradeço do fundo do coração o Daniel Stiennon e os nossos dois formadores (Gilles Gablain e Bruno Catala) pela paciência e o ensino.
Boa continuação e ainda obrigado!

Vivien


Excelente acolhimento. Obrigado pela ajuda para montar a tenda.
O canto refeição é convivial.
- A primeira parte de cursos com Bruno CATALA:
O instrutor domina o sujeito. Esta primeira parte do curso permite situar-se em relação à literatura fosfénica quando começamos sozinhos e enquadrar o trabalho a fazer.
- Segunda parte do estágio com Gilles GABLAIN:
O instrutor muito concentrado no que faz e leva-nos a uma abordagem que considero pela minha parte muito potente e em real comunhão com os elementos.

J.F.


Achei este estágio muito bem organizado.
Efetivamente apreciei o conteúdo dos 2 estágios. Tenho agora uma visão mais completa dos diferentes instrumentos disponíveis (lâmpada, Alternofóne, girascópio) e a maneira de utilizar.
Vou utilizar o Alternofóne que comprei para fazer os exercícios de balanços. Lerei com interesse as diferentes rubricas do fórum.
Vou utilizar o Fosfenismo para continuar a aprender Italiano e também para a minha prática do Qi Gong.
Gosto efetivamente do princípio do desenvolvimento de si próprio e as suas próprias capacidades mentais por métodos e princípios rigorosos como os do Doutor Lefebure.
Parece-me que o Fosfenismo chega ao ponto nomeado na minha vida para completar que já tenho feito.
Vou fazer os exercícios do Doutor Lefebure.

Jacques L.


- Estágio básico com o Bruno:
Gostei muito de esta primeira parte. Um curso muito claro, simples e bem explicado que convém completamente ao meu lado prático, pragmático e raciocinado.
Pude atingir um certo nível de consciência, experiências novas, tão interessantes que surpreendentes e realizar, que tinha umas outras vias muito mais rápidas para evoluir e desenvolver outros potenciais até aí reservados a alguns.
- Formação contínua com Gilles:
Gilles é extraordinário na sua maneira de tentar comunicar-nos as suas experiências e querer que também, possamos atingir o seu nível. Adorei o facto que me permitiu tomar consciência que a Natureza também era viva como nós e que merece respeito.
Também apreciei o seu entusiasmo a levar-nos para as portas do desconhecido e ajudar-nos a ir para além dos nossos limites.
Hoje, parto com um outro olhar sobre a vida e a ideia que a Humanidade será iluminada pela luz do fosfeno.
O mundo e os seres levam esta luz, sempre levaram, ainda que tenha sido ocultada durante séculos, ou mesmo milénios, retornará apenas mais potente, mais brilhante e os seres que estarão sob esta luz então «serão iluminados», projetados no «além». Então, outras possibilidades, outras perspetivas? Certamente.
Obrigado ao Daniel, Bruno, Gilles e sobretudo ao Doutor Lefebure.

Farida


Desde a estação do comboio, o acolhimento caloroso que favorece os encontros. Qualidade de acolhimento que durou durante toda a estadia.
Muito sensível por toda esta atenção discreta (presença do Daniel para as perguntas, informações…).
Necessidade de natureza, regresso às fontes, as minhas raízes, reabertura do livro das origens.
Parto regenerada nas profundezas, com uma terra que foi trabalhada, arejada e cujos frutos não conheço ainda. Aprendo a paciência e a lentidão que lhe são necessárias.
Realmente apreciei as duas energias diferentes entre Bruno e Gilles.
Obrigado por esta primeira etapa pelos outros horizontes pela disponibilidade, a clareza…

Marie-France L.


- Acolhimento:
Todos estão muito acolhedores e disponíveis.
O Daniel e a sua equipa fazem prova de muita gentileza e são muito atenciosos.
O que contribuiu a criar boas condições desde a minha chegada.
- A organização:
As tendas: muito bem e muito práticas.
Refeição: muito bem, a fórmula é perfeitamente adaptada.
O preço: muito acessível.
- O conteúdo:

  • Formação básica:

Esta formação parece-me indispensável. Com efeito, apesar da aquisição de um conjunto, não fazia corretamente os movimentos.
Esta formação é realmente muito boa. Resta-me apenas pôr em prática.

  • Formação contínua:

Reconheço a sorte que tenho de ter encontrado o Gilles. É apaixonante.
Não fiz grandes experiências, (ou não me apercebi), à parte do facto de ter partido uma cadeira com a ENERGIA da Kundalini! - Conclusão:
Vou experimentar os balanços.
Voltarei para a formação contínua.
Após esta formação, sinto-me muito mais calmo e mais sereno. Estou muito feliz.
Obrigado aos todos os atores desta formação e até breve.

Daniel B.


Praticando os exercícios desde há 2 meses, tenho o nítido sentimento ter progredido durante este estágio.
Com efeito, para a primeira vez, pude sentir «o prana» em mim intensivamente, isto graças aos ateliês de grupo.
A segunda experiência que pude fazer é baseada nos ritmos do meu cérebro e mais particularmente o 1/6e de segundo.
Estas 2 experiências preenchem-me largamente e incentivam-me a progredir.
Um grande bravo ao Gilles pelo entusiasmo que põe a ensinar e obrigado a vocês, Daniel, permitiu-nos aceder a esses mundos subtis. Encorajaram-me a ir nesta via.

Alexandre L.


Para começar, estou muitíssimo feliz de ter feito estes 2 estágios (3 dias de iniciação e 4 dias de formação contínua). Dá-me o desejo de descobrir mais o Fosfenismo e de aprofundar as minhas experiências neste domínio.
A abordagem pela Natureza e o Xamanismo fala-me muito mais, ainda que também gostei muito do ensino de Bruno.
A formação foi muito densa, absorvemos muitas informações e conhecimentos.
Penso que o aspeto “estágio contínuo” onde comemos e dormimos num lugar essencial para conservar uma dinâmica energética, bem como para as relações humanas que se puderam criar.
Fiz aqui encontros mais que ricos e interessantes. Lindos exemplos de abertura e de trocas humanas.
O acolhimento de todos (Daniel, Bruno, Gilles, Youssef e Hamza) foi muito caloroso e agradável. Sentimo-nos bem aqui!
Em todo caso, muito obrigado por estes bons e lindos momentos.

Noémie C.


Bravo pela organização dos estágios. É necessário organizar mais frequentemente. Trazem realmente outra dimensão ao Fosfenismo.
Pude fazer uma primeira experiência conscientemente e descobrir o caminho para a alcançar.
Obrigado, o objetivo foi atingido.
Bravo para o professor! Foi excelente.
Obrigado a si, Daniel, ao Gilles e a toda a intendência.

Jean


Embora praticando a meditação desde cerca de 25 anos, encontrei através dos estágios de Fosfenismo diversas técnicas muito ricas e variadas que induzem rapidamente aos diferentes estados de consciência.
O trabalho de grupo foi particularmente interessante para perceber a energia pessoal de cada um e desenvolver a intuição e as perceções.
As explicações simples, a compreensão está ao alcance de todos.
Obrigado pot todas as coisas ao Bruno e de Gilles bem como ao Daniel pela organização e pela disponibilidade.
Linda e boa estrada na luz.

Agnès


Obrigado ao Gilles e a todos os companheiros de ateliê que me permitiram viver momentos fortes, tanto a nível das experiências, da comunhão com os ritmos, as energias, a divina Natureza, que ao nível da riqueza e a diversidade dos relações humanas, reunidos sobre o mesmo caminho, numa mesma direção: o Fosfenismo.
Obrigado ao Daniel sem quem estes estágios nunca teriam tido lugar, bem como ao Youssef e Hamza para a sua gentileza e o seu sorriso.

Nathalie


- Organização:
Foi boa e não vinculativa.
- Conteúdo do estágio:
Abordei «o seminário» sem preconceitos e o conteúdo pareceu-me coerente, interessante e apaixonante.
Os dois intervenientes, Bruno e Gilles, animaram estas formações com competência, na alegria e o bom humor.
Todos os meus agradecimentos.
Parto rico e decidido continuar esta formação com todos os meios postos à minha disposição pela vossa organização.

Georges


Muito boa organização geral.
Este novo estágio com o Gilles permitiu-me ter outra abordagem com a Natureza. Sinto-me muito mais parente dos elementos naturais. Sempre fui fascinado pela beleza da Natureza. Estou feliz de ter aprendido alguns exercícios para unir-me a ela através do Fosfenismo. Penso que na medida em que é possível, dever-se-ia realizar uma formação contínua com cada professor porque o Fosfenismo é um universo tanto grande e os exercícios podem ser infinitos. Cada professor tem uma abordagem diferente e um ensino que lhe é próprio. Gilles Gablain tem uma personalidade muito forte, um caráter afirmado, cada anedota é contada com tal entusiasmo, uma tal energia que somos transportados com ele na aventura.
Estou feliz com ideia de ir a Paris em breve para encontrar os outros professores. Não tive a menor experiência, mas de forma alguma estou desiludido, aquilo virá mais tarde. Para mim, o importante é ter compreendido os exercícios e a essência do Fosfenismo.
Agradeço ao Daniel pela sua gentileza e a sua presença. O Gilles e o Bruno são formidáveis, mas venham antes encontrá-los. (…)
Poderia exprimir-me longamente sobre o estágio, mas venha verificá-lo você mesmo e tomará infalivelmente consciência destas outras realidades que nos escapam na nossa vida diária.

Jean-Michel B.


Descubro o Fosfenismo.
Pratico técnicas de expansão de consciência desde 2 anos e fui atraída pelo sítio Internet de Daniel.
Em primeiro lugar, durante estes cerca de dias, encontrei, no Fosfenismo, um instrumento que permite atingir níveis de consciência diferentes, e sobretudo um instrumento que permite, de trabalhar único ou em grupo, sabendo que faz-se de maneira estruturada.
Tive o prazer de encontrar aqui pessoas que, como eu, gostam da Vida e respeitam-na.
Por último, a organização tanto a nível do transporte, o alojamento, os horários como os animadores foram completamente corretos e satisfizeram-me.

Jean-Marie F.


Estou muito feliz de ter conhecido o Gilles. Soube através dos exercícios iniciáticos, os ateliês em plena natureza, fazer de modo que percebamos os ritmos, as energias, as cores das correntes da vida que nos cerca.
Graças a esse conjunto, a nossa existência tomou uma dimensão que incentiva-me perseverar sobre o caminho do conhecimento de si.
Obrigado ao Daniel pelo acolhimento e os bons cuidados de toda a equipa da cozinha.

Alain L.


O estágio com o Gilles foi de grande qualidade: as relações com o Xamanismo africano contribuíram para a melhor compreensão do sistema ritmo-fosfénico.
Os ateliês na floresta conetaram-me com as forças da Natureza.
Parto com uma relação muito profunda com as origens, a lagoa mítica na qual, como mulher, devo lançar a minha razão! Magnífico, muito intenso.
Obrigado ao Gilles e ao Daniel que permitem que estes estágios existem.

T. L.


Gilles, distingues-te na Natureza, és um verdadeiro Xamã e fiquei radiante de ouvir o teu ensino muito relevante que me promete boas experiências se eu fizer os exercícios que prescreves.

Pierre Vincent B.


Vim a este estágio como um Grego dos tempos antigos ia ao Egito, a escola do Dr. Lefebure sendo aos meus olhos uma jovem escola moderna dos Mistérios.
Gostei particularmente da abertura de espírito e a competência do Bruno CATALA. Este estágio correspondia ao que tinha vindo aprender e experimentar, (trabalhar com a lâmpada e o sol, experimentar os balanços e as respirações).
O estágio de Naturofosfenismo ou Xamanismo de luz deixa-me perplexo. O contacto direto com a Natureza alimentou a minha reflexão.

Anônimo


Os dois últimos dias foram bastante reveladores para mim. Tive várias experiências de desdobramento bem como sensações fortes, detalhes que não descreverei porque são pessoais.
Gilles sempre o mesmo e que não altera. Daniel igual a ele mesmo, o sábio da família!

M.


É com grande prazer que encontramos os nossos amigos espanhóis acompanhados do Francesc para compartilharem momentos agradáveis.
O estágio foi animado pelo Bruno com quem a corrente passou imediatamente.
Bruno fez-nos viver momentos muito intensos. Assim redescobri os ritmos da 9ª sinfonia de Beethoven e bem outros grupos mais recentes.
Conservo em memória a imagem excecional de um puro momento de felicidade compartilhado: uma longa série de OM ao sol-posto, ao pé de um carvalho majestoso que nos abriu muito os seus grandes ramos para compartilhar a sua energia. Um momento de amor, de comunhão total com a natureza.
Obrigado a si Bruno por nos ter feito viver tais momentos, obrigado a si Daniel que organiza tudo com eficácia
Obrigado a todos e à Senhora Natureza por nos ter feito compartilhar tais momentos tão fortes.

Alain R.


Segui o estágio animado por Roland Talbot, do 1 ao 9 de Agosto e adorei! Primeiro, tratava-se de um estágio residencial que sonhava desde há muito tempo. Deste ponto de vista, não fui dececionada! O quadro magnífico, o parque de campismo favorece as trocas com os outros participantes, a organização impecável… Prazer dos olhos: revejo a sala de musculação (sala privada do Daniel), ao mesmo tempo íntima e no meio da natureza, prazer dos sentidos, muito simplesmente, que seja a lua cheia, o canto das cigarras na floresta, a convivialidade das refeições…
A tudo isto acrescenta-se a qualidade do ensino, a dos participantes e a magia da energia fosfénica.
Para mim, era um regresso em classe após vários anos vagabundagem e apreciei muito a clareza das explicações, a eficácia da progressão e os bons momentos das gargalhadas. Fico muito nostálgica e quero mais.
Obrigado Daniel

Thérèse D.


As condições de alojamento eram excelentes.
O parque de campismo e as instalações estavam muito limpos.
Nunca faltou a água quente, havia 3 chuveiros e um lavatório.
A comida foi muito boa e bem cozinhada pela Isabelle.
Resumidamente, tudo estava perfeito do lado da organização.
Do lado do estágio: Uma noite, o Gilles fez-nos de observar a lua e as estrelas.
O objetivo era fixar uma estrela para tentar fazer «a dança do sol».
E, certamente, numerosos observadores viram a sua estrela tremer e girar sobre ela própria.
E, pessoalmente, tive mesmo direito a uma magnífica viagem o dia seguinte após a refeição. Então tinha ido deitar-me na sala de cursos, no chão, para aproveitar de um pouco da frescura. Após cerca de alguns minutos de meditação, encontrei-me abruptamente no meio das estrelas numa paisagem idêntica à observada na véspera à noite, com uma clareza notável. Aquilo não durou muito tempo mas suficientemente, para me encher de felicidade. Estava ainda sob o encanto quando, alguns minutos depois, encontrei-me uma segunda vez no meio das estrelas. Aproveitei certamente da forte concentração dos sais fosfénicos que se encontram na sala de aula. Foi o que desencadeou o fenómeno. Só vos digo uma coisa: que felicidade …
Outras pessoas, durante do estágio, viveram momentos muito fortes.
Uma pessoa entrou em contacto com o seu guia durante o último exercício de Naturo-Fosfenismo.
Alguns dos nossos amigos espanhóis viveram igualmente experiências emocionais muito fortes.

Alain R. (Alain69)


Faço questão de precisar que estes cursos são de uma clareza e uma precisão acessíveis a todos. Roland explicou as diferentes técnicas com as palavras justas; transmitiu-nos o seu saber, o seu entusiasmo pelo Fosfenismo.
Ao longo de todo este estágio, senti, bem como os outros estagiários, uma calma, um abrandamento e serenidade num quadro muito agradável. A presença da energia, sensação maravilhosa, e a famosa poltrona amarela rotativa que cria sensações de dupla energética. A utilização do Alternofóne, que também é notável, traz uma calma agradável.
Todas as técnicas viram a sua eficácia duplicada pelo efeito do grupo nesta sala.
Tudo foi muito bem arranjado, a boa cozinha da Isabelle, a organização sem falha do Daniel, ajudado pelo Stéfane na logística. E, certamente, os EXCELENTES CURSOS de TALBOT Roland e o bom ambiente de todo o grupo de estagiários.

François F.


passar bons momentos graças a uma organização bem gerida.
Obrigado também a Ahoura (Roland TALBOT) pelo seu ensino de elevado nível. Não retornarei sobre as técnicas de base acessíveis a todos.
Durante este estágio, Ahoura soube fazer-nos sentir a transmissão de energia de indivíduo a indivíduo ou do grupo ao indivíduo. As sensações sentidas foram nítidas para a maior parte de nós, e frequentemente muito agradáveis, ou mesmo «mágicos». Também nos ensinou a sentir o nosso mundo subjetivo que é muito rico.

Esta mensagem é dirigida aos novos vindos. Não sou um «iluminado», tenho 42 anos, uma família, um doutorado do Estado, ganho efetivamente a minha vida e estou feliz. Não faço o Fosfenismo para fugir a realidade. Pratico, porque sinto os benefícios da prática, e, de maneira diária: alegria interna, segurança, sensações internas desenvolvidas, e compreensão do «interior» de todas as religiões e de todas as tradições.
Se, como eu, este programa os interessa, lancem-se no estudo e na prática do Fosfenismo, é muito simplesmente entusiasmante! … Inscrevam-se nos estágios, a prática em grupo indispensáveis para duplicar as sensações e progredir sobre o caminho maravilhoso da descoberta de si mesmo.
Ainda obrigado a todos, e até breve.

Dr Lionel G.


Daniel e Gilles, bravo pelo vosso trabalho, pelo vosso desempenho!
A estes 3 dias de iniciação confiro-lhes o título de excelência.
Vou comprar uma rede, um rocking-chair e uma cadeira rotativae…

Thierry T.


Se quiserem vir aos estágios, venham completamente tranquilizados.

Elisabeth M.


Estágio muito bem organizado com dias bem preenchidos onde aprendi muitas coisas.
Os exercícios realizados com certas pessoas num papel de emissores desencadearam-me ritmos muito potentes que geram um vortex e explosões de luz. A natureza onde pudemos praticar os exercícios sem sermos incomodados e o excelente acolhimento do Daniel tão atento a tudo, tornou esta estadia muito agradável.
Apreciei igualmente os legumes frescos, os frutos biológico, bem como as sobremesas realizadas com amor pela Isabelle, a cozinheira, cuja alegria de viver é tão agradávele.

Pierre D. Cientista da computação


Este estágio ofereceu-me uma visão muito mais larga das possibilidades do Fosfenismo no que diz respeito à exploração da riqueza da natureza, que seja em termos de «viagem» do espírito ou muito simplesmente uma comunicação mais forte com a natureza pela mistura das nossas. O estágio satisfez-me plenamente. O ritmo é sustentado, a prática séria e o nosso professor, «Gilles», apaixonado e competente.
Apreciei igualmente o ambiente. As condições de alojamento «tenda», tomar um duche quente, as instalações sempre limpas. Francamente recomendo para descobrir novas possibilidades nas nossas práticas. O estágio pede no entanto motivação pelo seu volume importante de trabalho.
Experiências realizadas durante o estágio: sensação de consagrado, de estar num lugar místico. Sinto fortemente a minha primeira chacra, seguidamente os outros, sensação que irradia de luz e abre ao consagrado. Passo através de um símbolo estilo «vitral» e sinto um voo na vertical como se fosse um pássaro. Passo através de símbolos geométricos elevando-me para o céu. Maravilhoso!

Quantin D. Cientista da computação (24 anos)


Obrigado por esta viagem aos confins da divindade.

Docteur Jean-Paul C.


O ambiente é igualmente caloroso entre os participantes que com o organizador e os intervenientes.
Pude apreciar o compromisso, a motivação e profissionalismo de dois intervenientes «Roland» e «Gilles».
Considero que as refeições são muito corretas tendo em conta da relação qualidade/preço.
Os chuveiros funcionam bem. Não há longas esperas. Os lavatórios também funcionam bem e são regularmente limpos.
Beneficia-se do ambiente natural ao «abrigo dos barulhos» gozando ao mesmo tempo de um conforto suficiente.
Os estágios trouxeram-me muito a mim mesmo e à minha filha.

Prof. Dr Ivan G.


Obrigado «Daniel» e «Gilles» e o conjunto dos participantes indutores. Ignorava que aquilo era possível!

Patrice S.


Num quadro magnífico e um ambiente subtilmente inteligente, um estágio precioso que «estimulou-me» na prática. Obrigado a toda a equipa.

Bruno D.


O estágio trouxe-me muito em estabilidade e permitiu-me desenvolver a intuição. O encontro de pessoas muito agradáveis permitiu-me desenvolver a tolerância, a paciência, o altruísmo e o amor.
Daniel STIENNON é muito agradável. As refeições bem equilibradas. As tendas perfeitas. Os chuveiros limpos. Os exercícios são muito interessantes.

Marie Rose M.


Aí está uma semana de estágio, uma semana de verdadeira aventura humana com pessoas muito interessantes, tanto a nível do enquadramento como dos participantes. Muito obrigado pelo vosso bom humor e ter compartilhado os vossos conhecimentos.

Hugues R.


Durante este estágio, pude revigorar-me graças ao ensino que foi transmitido. Centrei a minha vida dando-lhe um novo momento decisivo. Questões de condição de vida, as noites passadas sob a tenda são agradáveis. Se tiver um pequeno desejo urgente, os sanitários não estão longe e sempre limpos. O chuveiro com a temperatura desejada. A qualidade das refeições é tanto gustativa que quantitativa.

Indhira G. 21 anos.


Um banho de juventude fosfénica de onde a natureza, a abordagem destes elementos, participa fortemente ao entendimento e leva a nossa prática do Fosfenismo a uma oitava superior, esperada e encontrada maravilhosamente durante este estágio.
Uma organização e um acolhimento exemplares e uma bonita eloquência dos professores que me incitam a renovar estes encontros etéricos tão bonitos.

Yves D.


Apreciei neste estágio a grande pedagogia de «Gilles GABLAIN» que soube transmitir a sua paixão do Fosfenismo e a sua relação com os ritmos da vida, da natureza e do cosmos. Este tipo de estágio, além do aspeto teórico, permite gerar em si, pelos numerosos ateliês práticos, uma grande variedade de ritmos e energia, fiança no futuro das experiências pessoais ricas em ensinos para a nossa evolução pessoal.
Um grande obrigado Stéphane, à Isabelle e ao Daniel pela organização perfeita nesta região magnífica.

Guillaume D.


As experiências vividas durante o estágio foram muito surpreendentes. Ao fio dos dias, passava das sensações às imagens, das imagens às sensações. Às vezes, os dois aconteciam ao mesmo tempo. Nunca tinha feito Fosfenismo antes, e a rapidez das experiências bem como a intensidade surpreenderam-me agradavelmente. Qualidade do ensino completa, a força da luz e descola-se. Para o resto nada a dizere.

Gislaine R.


Primeiro estágio de Fosfenismo e espero que não seja o último. Tudo foi feito de modo que o estagiário se sinta à vontade. O Daniel respondendo a todas as necessidades. Os chuveiros e os lavatórios limpos, água sempre quente, refeições excelentes, que pedir mais… Do lado da formação, respondeu a todas as minhas esperas. Obrigado a todos os que prepararam estes estágios. Esta formação é realmente preciosa pela qualidade das experiências e por ser carregada em energia. Obrigado

Patrick R.


Contava ficar apenas com o estágio básico, mas perante a qualidade do ensino e do alojamento, decidi prolongar a minha estadia com a formação contínua que seguia. Assim pude descobrir o meu animal totem e ter um desdobramento. Obrigado Daniel e Gilles.

Jean L.


Vim para os cursos e aprender mais, apreciei tanto Roland pelo seu lado didático, a sua calma e a sua cultura da Ásia, que Gilles pelo seu entusiasmo e o seu conhecimento do mundo «Xamânico». Aprendi mais do que imaginava e sobretudo sobre mim. Os cursos passaram-se muito bem e estávamos bem instalados. Tenda, chuveiro quente, duplo lavatório e uma alimentação bem cozinhada pela Isabelle. Obrigado ao Daniel por esta organização notável.

Gilles F.


Ficarei muito nostálgica da semana passada na Bastide. Foi uma pura felicidade!
Ainda Bravo e obrigado Daniel!

Thérèse D.


Umas pequenas palavras para incentivar as raparigas a participarem aos futuros estágios que, esperamos que o Daniel não faltará organizarem.
Se for a ideia de acampar em condições apertadas que as retêm, esqueçam esse medo: chuveiros, água quente, espelho, lavatório para as raparigas… todo é arranjado para o nosso maior conforto. As refeições que prepara a «Isa» são simplesmente muito deliciosas, com uma menção especial para a sua tarte de maçãs da qual dá generosamente a receita. Se desejar fazer desporto, Daniel far-se-á um prazer de vos acompanhar sobre os seus inúmeros aparelhos de musculação… Resumidamente, férias idílicas em companhia de pessoas maravilhosas numa decoração de sonho.
Bravo e obrigado à vocês os quatro «Daniel, Roland, Isa e Stéphane».

Florence D. (29 anos)


Qualidade do ensino, que seja com Roland ou Gilles, irrepreensível! Qualidade do alojamento nada a dizer.
Embora siga um estágio básico, seguidamente um superior e uma formação contínua (nível principiante), faço questão agradecer particularmente ao Daniel Stiennon pelas suas explicações «metafísicas». A sua abordagem (teórica) do lugar do homem no ambiente cósmico ao visto das leis de inversão, seduziu particularmente o meu lado científico. Conseguir como ele a fundir-se com a agitação dos átomos durante uma fusão nuclear de uma «súper novae» parece-me a mim igualmente mais interessante e excitante que procurar o contacto com os eletrões ou (o «guia espiritual» no esoterismo) que pertencem ao plano «mental». Espero poder um dia assistir a uma formação contínua reforçada com o Daniel Stiennon e Michel L. que conheço e do qual já tenho podido apreciar toda a potência…

Guy R.


Pratico o Fosfenismo desde Dezembro 2004 e tenho a honra e o imenso prazer de representar a escola do Dr. Lefebure em Tahiti.
Venho participar a um primeiro estágio de formação princípio de Agosto de 2006 onde pude corrigir alguns dos meus erros, como continuar a pensar no assunto após a fixação da fonte luminosa e durante a observação fosfeno.
Cumprimento cordialmente toda a equipa da escola do Fosfenismo e um grande obrigado ao Daniel Stiennon por tudo o que fez para desenvolver e também para a organização dos estágios, pelo seu acolhimento e o grande profissionalismo dos quais fez prova. Um grande obrigado também ao nosso professor, nomeado Talbot Roland (pseudónimo Ahoura no fórum), que nos fez descobrir toda a panóplia de possibilidades que estão já em nós, e com, toda a parte que nos pôs em contacto. É por conseguinte apenas um início…
Por último, guardo uma excelente lembrança dos participantes deste estágio, e teci uma relação de amizade com alguns que cumprimento aqui cordialmente.
Cumprimento também todos os que praticam o Fosfenismo e desejo muitas experiências enriquecedoras bem como um desenvolvimento pessoal florescente.

Irma L.


Durante o estágio vi a aura dos outros estagiários. A 4ª luz é um raio verde; é a mesma energia apercebida quando se olha o sol, com uma subida da kundalini acompanhada com um calor suave e agradável sobre a parte superior do corpo. Senti igualmente sobre o meu duplo bem como sobre o dos estagiários próximos de mim, com a sensação que os meus braços estavam levitação várias vezes.

Jean Pierre D.


Que alegria ver os estágios reorganizar-se após todos os anos que passaste cobrir o Fosfenismo de todas as proteções. Tenho a agradecer, na minha modesta escala, do mais profundo do meu coração. O Dr. LEFEBURE, pelas suas descobertas, joga um papel único e essencial na humanidade. Em digno sucessor, obras para desenvolveres o seu método, e a fortaleza que construíste para a sua expansão deleita-nos. Nós, simples Fosfenistas, deixamos este estágio brilhante e sereno a um tal vigia. Fazer parte de tal família, torna a vida excecional.
Obrigado por consagrares a tua vida para fazeres de modo que o homem não esqueça a luz.

Yves D.


Este estágio desenrolou-se um quadro calmo, natural, ao desvio turbulências da vida moderna, com pessoas de todos os horizontes na meditação e no bom humor. Roland ensinou-nos pôr em aplicação de maneira concreta numerosas técnicas, em harmonia com a natureza e com a nossa natureza. Aquilo permitiu-me tomar consciência dos diferentes ritmos e energias que nos cercam e que nos constituem e alargar a minha consciência. Estas experiências afastaram crenças, medos ou emoções que obstruíam a minha evolução espiritual. O trabalho em grupo permite resultados mais rápidos que quando se pratica sozinho ou com a ajuda de um livro. As instruções precisas do Roland e as suas explicações deram toda a dimensão a estas experiências. Designadamente, pude ver e sentir a minha energia, a dos outros estagiários, ver um magnífico pequeno elfo branco, encontrar a confiança e a plenitude.
Obrigado ao Roland, Daniel, e todos os participantes por todos os momentos mágicos, todas as trocas e este bom humor.

Nathalie L.